Os primeiros passos para abrires a tua Loja Online

A ideia já está a fervilhar na tua cabeça há meses! Já tens o nome da marca, já sabes o que queres vender, já andaste a pesquisar tudo e mais alguma coisa no google mas está difícil passar à prática no meio de tanta coisa para fazer, não é? Já passei pelo mesmo por isso hoje venho ajudar-te a simplificar esse processo para que possas dar o empurrão que falta para finalmente começares a vender pela tua loja online.



Dar os primeiros passos para abrir a tua própria loja online é um misto de felicidade extrema com um pânico geral, não é? Querer muito que algo aconteça mas ao mesmo tempo temos medo de não conseguir dar a volta às dificuldades e aos desafios que já começam a surgir.


Neste post vamos juntas rever alguns pontos que são essenciais para abrires a tua loja e também te dou alguns recursos que podem vir a dar jeito neste processo.


Em primeiro lugar é importante ter um Plano! Sem um plano ou uma estratégia, dificilmente vais conseguir montar um negócio estruturado. O plano é aquele mapa com gps que deves seguir todos os dias, para que não te desvies nem te percas do teu objetivo final. Sem esse plano vai ser mais fácil desviares-te das tarefas que realmente importam para que o teu negócio prospere e terás tendência a sentir-te mais perdida ao longo do caminho, o que te pode levar a cometer mais erros do que os "necessários". Se ainda não tens o teu Plano de Negócios ou não sabes como criar um, deixo-te aqui o link para o meu e-book Do Zero ao Sucesso onde poderás encontrar esse mapa para o teu negócio.


Então agora vamos ver que pontos considero essenciais na primeira fase da criação da tua loja online:


1. Registar domínio


Antes sequer de registares a tua marca, confirma primeiro se já existe algum site e redes sociais com o nome que lhe queres dar. Imagina que já tens um nome e um logo feito e depois quando pesquisas já existe uma marca com esse domínio? O ideal é criares sempre algo que não exista para que depois possas ter um site exatamente com o nome da tua marca, que é muito mais profissional e muito mais fácil de encontrar nas pesquisas.


Como registar?

Existem várias plataformas onde podes pesquisar se o teu domínio ainda está disponível e onde podes fazer logo depois o registo do mesmo. Eu uso o dominios.pt para todos os meus domínios mas existem outras plataformas, basta pesquisares online.


Quanto custa?

Depende do que queres registar mas geralmente varia entre 1.90€ a 11.99€ pagos anualmente.


2. Redes Sociais


O mesmo também se aplica às Redes Sociais. Mesmo que não queiras começar já com todas, ou de momento só queiras usar uma, o ideal é deixares já o teu lugar guardado, antes que alguém o faça. Por exemplo, com a Vanilla Vice, não fui suficientemente rápida a criar o registo da loja no tiktok e, quando cheguei, já havia alguém que era /vanillavice. Claro que não é o fim do mundo mas é sempre melhor quando conseguimos ter uma coerência em todos os links, facilita muito a pesquisa.


3. Criar o Site


Sobre a criação do teu site com loja online já escrevi alguns posts sobre isso, por isso vou deixar aqui os links:


7 Plataformas onde podes criar a tua loja online


5 Razões para teres um site para a tua loja



4. Abrir atividade


Abrir atividade nas finanças é obrigatório para quem quer vender os seus produtos (ou serviços).


Como faço?

Podes fazê-lo online aqui no site das finanças mas o ideal é deslocares-te mesmo ao departamento de Finanças da tua zona porque assim tens a certeza que o teu registo é feito de forma correta e eles ainda te ajudam a perceber qual o regime que se enquadra melhor no teu negócio.


Quanto custa?

Nada! Abrir atividade em si não tem nenhum custo associado nas Finanças, nem representa mais nenhum custo no teu negócio.


E o IVA? Vou ter de começar a pagar?

Se o teu volume de negócios anual for inferior a 12.500€ e não efetuares importações ou exportações, podes optar pelo regime de isenção, ou seja não cobras nem pagas IVA.


Como vês é um processo muito simples e assim tens a certeza que estás a trabalhar de forma correta e em conformidade com a lei.


5. Comprar ou produzir stock


Já sabes que produtos vais vender? Ou se vais comprá-los a um fornecedor ou produzir os teus próprios artigos? Nesta fase é importante definires o teu catálogo de produtos de forma estratégica: definires qual será o teu produto estrela (o principal, aquele que vais vender mais), quais vão ser as tuas categorias de produto e também quais os produtos que se complementam entre si de forma a que as pessoas comprem mais artigos na tua loja, em vez de um só.


Onde posso encontrar fornecedores?

Através de muita pesquisa! Pesquisa no Google, nas etiquetas dos artigos que queres vender ou encontra as minhas listas aqui no site, com fornecedores validados que eu uso ou já usei nas minhas marcas.


6. Métodos de Pagamento


Que métodos de pagamento vais aceitar na tua loja online? Obviamente que quantos mais melhor, mas tem atenção às taxas que cada plataforma cobra e quais os que fazem mais sentido para o teu negócio e para as tuas clientes.


Alguns exemplos de pagamentos que podes aceitar:


- Cartão de crédito ou débito

- Referências multibanco

- Mbway

- Paypal

- Transferência bancária

- Apple ou Google pay


A maior parte das plataformas de criação de sites (Shopify, Wix, Shopkit,...) já têm integrados estes sistemas de pagamento mas caso o teu site não tenha, podes sempre recorrer a empresas como a Eu Pago, que fazem esse serviço.


7. Meios de Envio


Este é também um dos pontos mais importantes na tua loja online. Os Portes de Envio têm um poder muito decisivo no que toca a finalizar uma compra por isso tanto podem ajudar uma cliente a decidir que sim... ou que afinal não "compensa".

Neste tema deves considerar vários pontos: qual é ou vai ser o teu volume de envios por dia/semana, qual o peso médio de cada pedido, qual o valor de portes que vais cobrar às tuas clientes ou que vais assumir nos teus custos, entre outros.

Existem várias empresas que tratam da distribuição de encomendas, vou listar aqui algumas para que possas pesquisar, entrar em contato e perceber qual será a melhor para a tua loja:


- CTT

- Nacex

- DPD

- Via Directa

- Fly Time

- Paack

- MRW


Eu uso a Via Directa para envios nacionais dentro do Continente e os CTT para envios internacionais e nacionais (Arquipélagos).


8. Packaging


O packaging vai desde a forma como tu preparas os teus pedidos aos materiais que usas para o fazer.

Alguns desses materiais que vais ter de comprar (ou produzir) desde o início podem ser:


- Caixas para os artigos

- Caixas de envio

- Envelopes

- Papel de seda

- Sacos "poly mailers"

- Autocolantes

- Fita adesiva

- Papel bolha

- Papel kraft

- Material de enchimento


Onde comprar ou produzir?


- Caixas Baratas

- Rajapack

- 100 metros

- Amazon

- Aliexpress

- Wellpack,

- 360 imprimir

- Pixarprinting


9. Como promover a tua loja


Por último mas não menos importante, tens de pensar como é que vais promover a tua nova loja online! Como é que as pessoas vão saber que tu existes, como é que vão chegar até ao teu site ou até às tuas redes sociais e como é que vais criar uma estratégia de comunicação que te permita estar constantemente a receber visitas no teu site.


De uma forma geral e bem resumida, estas são algumas das estratégias que podes utilizar para promoção:


- E-mail marketing

- Participar em Feiras e Mercados

- Redes Sociais

- Anúncios no Google

- Anúncios no Facebook / Instagram

- Através de Influencers

- Promover a partilha do Unboxing


Quando comecei a Vanilla Vice e ainda não tinha dinheiro para investir em anúncios, participar em feiras e eventos foi das estratégias que melhor resultou para mim - mesmo em dias que não vendesse tão bem, levava sempre flyers ou cartões e distribuía a todas as pessoas que paravam na minha banca, mesmo que fosse "só para ver".

Promover o unboxing também ajuda imenso, pois as pessoas partilham fotos e vídeos pelas redes sociais de forma orgânica e levam a tua marca a mais pessoas.

O e-mail marketing é outra ferramenta que tem um custo muito reduzido face ao seu potencial de vendas por isso também podes começar a usá-la desde o início, mesmo que só tenhas ainda 50 ou 100 contatos.

 

Chegámos ao fim da lista, será que já tens tudo pronto para começar? Para dar um visto em tudo, faz aqui o download grátis desta Checklist:


Checklist-para-comecares-o-teu-proprio-negocio-boss-babes-club
.pdf
Download PDF • 157KB

Boa sorte a criar a tua loja online e muito sucesso boss babe!


 

Guarda este Pin no teu Pinterest para quando quiseres voltar a ler :)